Clínica Essenze

Dentística

Dentística​

A Dentística ou odontologia estética é o ramo da odontologia que atua na área da cosmética e restauração dental. Entre outros serviços, os profissionais desta especialidade tratam de clareamentos dos dentes, uso de resinas diretas, facetas, lentes de contato dental, e restaurações estéticas.

Clique abaixo para saber mais sobre cada um dos nossos tratamentos.

Como começa uma cárie dentária?

A partir do momento que a bactéria se fixa no esmalte que fica na superfície do dente, ela já começa agir e formar pequenas cavidades que aos poucos vão sendo invadidas, e assim a cárie dental vai aumentando e tomando conta de todo o dente, além disso ela pode passar de dente para dente.

Como evitar a formação de cáries dental?

Em primeiro lugar a escovação e o uso do fio dental. Escovar de duas a três vezes ao dia e fio dental ao menos uma. Sempre que puder utilize produtos que contenham flúor como enxaguantes bucais. Uma limpeza geral feita pelo dentista deve ser repetida uma vez a cada 6 meses, somente uma limpeza mais profunda consegue remover totalmente a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva. Os cuidados com a saúde em geral rebatem nos dentes, faça dieta balanceada e evite açucares e carboidratos.

Qualquer pessoa pode ter?

O bruxismo afeta uma grande parcela da população, a prevalência varia de 15 a 90% em adultos e 7 a 88% em crianças e em ambos os sexos. A incidência tende a diminuir com o passar dos anos.
Quando o problema se manifesta durante o dia, recebe o nome especial de briquismo.

Por que a alimentação influencia no aumento das cáries nos dentes?

As bactérias que causam as cáries se alimenta do açúcar que fica na saliva, quanto mais ela se nutre, mais elas forma placas e mais enfraquece o esmalte do dente favorecendo a formação das cáries. O esmalte funciona como uma camada de proteção e é formado por proteínas e minerais de cálcio e fosfato, se o ph – potencial de hidrogênio (que indica a acidez) estiver baixo, pode causar a dissolução do esmalte o que fragiliza o dente.

Que outros fatores podem favorecer a formação de cáries nos dentes?

A hereditariedade tem papel importante na predestinação da deterioração do dente, além de doenças como a Xerostomia (boca seca). Mas o motivo mais importante mesmo dependo dos cuidados investidos (como escovação, fio dental e flúor) é a alimentação e a saúde. Prefira alimentos ricos em cálcio, ferro e fósforo.

Somente crianças desenvolvem cáries?

Não, embora seja mais comum em crianças os adultos também estão dispostos a ela. Uma doença trivial em adultos que causa cáries é a Xerostomia, ocasionada por falta de saliva decorrente do uso de medicamentos.

Quais são os tipos de cáries?

OAs cáries podem ser de três tipos: coronária, radicular e recorrente.
A cárie coronária é aquela que ocorre tanto na criança quanto no adulto e se localiza nas superfícies dos dentes.

Cárie radicular acontece em consequência da idade, a medida em que envelhecemos a gengiva, que é responsável por proteger a raiz do dente, retrai deixando a raiz exposta facilitando a formação de cáries.

Mesmo após já ter restaurado o dente a cárie pode ser recorrente, a deterioração pode ocorrer em volta da obturação e/ou coroas existentes, isso porque nestas áreas existem maior propensão à formação de placas.

Como sei quando tenho uma cárie?

Apenas o dentista pode afirmar. Na etapa inicial a cárie dentária é difícil de ser identificada, quase não dá pra ver a olho nu. Conforme ela avança vai dando alguns sinais como a diminuição do brilho do esmalte, e incômodo com certos alimentos, principalmente os doces e ácidos. Começa também a apresentar maior sensibilidade, tanto ao frio quanto ao calor.

Conforme a cárie dentária vai avançando, vai deixando o dente mais fraco podendo até quebrar. Buracos começam a surgir, o dente vai mudando de cor e começa a doer.

A prevenção ainda é o melhor remédio, recomenda-se uma visita ao dentista a cada meio ano.

Cárie dói?

Sim, a cárie dentária constitui um problema grave. Se não for tratada pode atingir a polpa (nervo do dente) o que pode ocasionar um abscesso que só pode ser acertado com tratamento de canal, que é muito mais invasivo que uma restauração, ou em casos mais graves, extração completa do dente.

Como tratar uma cárie dentária?

Quanto mais rápido procurar o dentista, melhor! Somente ele pode resolver. O dentista vai fazer uma restauração ou obturação como também é conhecida. Ele remove toda a cárie do dente com os equipamentos cirúrgicos necessário e preenche toda esta área (buraco) com material próprio para restauração. Por fim, ele dá o polimento e o acabamento final e o dente ficará perfeito como se jamais tivesse recebido qualquer intervenção.

Método inovador para tratar cáries sem brocas

O método oferece a possibilidade de preencher um buraco pequeno sem recorrer à broca e evitar a propagação da cárie para regiões mais profundas do dente. Primeiramente a camada mineral sobre a área defeituosa é eliminada com o uso de um gel, em seguida o novo material plástico, chamado de Icon, é aplicado ainda no estado líquido.

Essa substância plástica penetra na matriz do esmalte, graças à capilaridade, e é então, como qualquer outro enchimento plástico, endurecida com luz. 

O procedimento é voltado especialmente para cáries localizadas na região entre os dentes, mas também para pequenos defeitos em superfície lisa, como por exemplo em pacientes que usam aparelho.

A técnica de clareamento interno – walking bleach – quando queremos clarear dentes que sofreram tratamento de canal. Consiste fazer um clareamento dental do dente por dentro. O processo do tratamento de canal pode manchar o dente devido aos materiais de obturação do canal, a presença de sangue na câmara pulpar e medicações utilizadas durante o tratamento. Quando você decide pelo clareamento interno (walking bleach) é importante você saber que o dente ou os dentes envolvidos podem não se tornarem perfeitamente brancos iguais aos outros, o clareamento interno é uma técnica imprevisível.

Como funciona a técnica do Walking Bleach?

A técnica no clareamento interno dos dentes consiste em:

  • Limpeza (profilaxia) dos dentes.
  • Radiografia do dente a ser clareado para avaliar endodontia e registro da cor.
  • Isolamento do dente.
  • Abertura da câmara pulpar.
  • Selamento da entrada da obturação do conduto, é removido cerca de 2-3mm do material de obturação da entrada do conduto que recebe um selamento duplo de cimento de hidróxido de cálcio e outro cimento de ionômero de vidro para evitar as reabsorções cervicais.
  • Aplicação do agente clareador dentro do dente que pode ser peróxido de carbamida a 35%
  • (Whiteness Super-endo) ou perborato de sódio misturado ao peróxido de hidrogênio a 20%
  • (Whiteness perborato).
  • Restauração provisória do dente deixando o agente clareador dentro dele para que fica agindo quando o paciente estiver em casa, daí o nome walking bleach.
  • Após uma semana ou até mesmo 5 dias, o paciente volta e é decidido se vai se refazer o tratamento de clareamento interno. Se todo mundo estiver satisfeito com o resultado, é removido o agente clareador de dentro da câmara pulpar, e colocada outra restauração provisória, a restauração definitiva é feita somente 2-3 semanas depois para não ter interferência no processo de adesão.

 

Efeitos adversos da técnica de clareamento interno

Mudanças na dentina e esmalte são os mais importantes podendo afetar o tempo de duração das restaurações e também a resistência estrutural do dente. Problemas menos comuns estão
relacionados a reabsorções cervicais que deixam o dente com uma coloração rosa, mas que se detectada precocemente pelo dentista podem ser resolvidas.

Claremento Dental a Laser | Clareamento no Consultório

Os tratamentos a laser têm se tornado uma parte importante da mais recente tecnologia médica. No sistema de branqueamento dos dentes a laser, a luz do laser ativa os cristais dentro do gel de branqueamento. Todos os sistemas para clareamento dental a laser em consultório são bons, e a diferença não está no potencial clareador, o que muda é o dessensibilizante utilizado para cada um.

O Laser ajudará na diminuição da sensibilidade pelo seu efeito terapêutico e clareamentos como o Zoom possui uma formulação exclusiva de clareador na qual além de diminuir a sensibilidade reforça a camada superficial e fortalece os minerais dos dentes. Existem ainda clareadores que são autocatalizados que dispensam o uso de luz de ativação e do laser para a sensibilidade.

Estes procedimentos envolvem o uso cuidadoso e controlado de um gel de peróxido de hidrogênio de concentração relativamente alta, aplicado aos dentes pelo dentista após as gengivas terem sido protegidas.

Durante o tratamento o dentista acompanha e observa as reações causadas no paciente, tanto no que diz respeito à eficácia, como ao grau de sensibilidade. Com algumas precauções é possível realizar o clareamento dental com segurança e minimizar a sensibilidade.

O processo de clareamento dental

O clareamento na verdade é uma reação química. As substâncias vão liberar oxigênio, que é um radical livre. Dentro do dente existem os pigmentos que levaram ao escurecimento dental.

O oxigênio penetra na intimidade do esmalte do dente e quebra a cadeia de pigmentos em pequenas moléculas que são eliminadas por processo de difusão, isto é, uma reação química de oxidação que converte os pigmentos em dióxido de carbono e água.

O dente é permeável e o efeito é cumulativo, portanto a cada seção o dente vai clareando cada vez mais até eliminar toda pigmentação. O clareamento dental a laser, é uma forma rápida e confortável que utiliza o peróxido de hidrogênio como substância clareadora e aplica-se a luz do laser.

Existem sistemas de branqueamento que não utilizam o laser para diminuir a sensibilidade, mas sim substâncias no gel que fazem esse papel. Porém o nome clareamento dental a laser se tornou quase como um sinônimo de clareamento dental no consultório.

Passo a passo do clareamento a laser

No primeiro passo, o dentista limpa cada dente para remover a placa. Depois das gengivas isoladas, o gel de branqueamento dos dentes é aplicado seguido por uma aplicação especial de laser de luz, ou não…

Clareamento dental a laser é a melhor opção para aqueles que não querem esperar por muito tempo para ver os resultados de seus tratamentos de clareamento dos dentes. É um método de odontologia estética, que se destina a eliminar manchas e descoloração, bem como para clarear a pigmentação nos dentes.

Clareamento dental a laser não tem efeitos colaterais, e os dentes permanecem brancos, a duração de um tratamento a laser pode variar, dependendo da utilização. Um laser é silencioso e não faz nenhum contato físico com os dentes.

Gel de Clareamento Dental

Em casa ou no consultório o clareamento é feito com uma espécie de gel, qual a diferença entre os dois tratamentos? O gel aplicado pelo dentista no consultório tem uma concentração maior em relação ao utilizado no método caseiro.

O gel protagonista no consultório é o peróxido de hidrogênio a 37% que é ativado ou não com o auxílio de um “led” e é conhecido como clareamento dental a laser. No clareamento dental caseiro o gel em questão é normalmente o peróxido de carbamida a 10 ou 16% para uso noturno, ou o peróxido de hidrogênio a 6 ou 7,5% de concentração para uso durante o dia.

Utiliza-se também em outros casos como o walking bleach géis de peróxido de carbamida a 37% mas esse não é o objetivo deste texto.

A revolução do Clareamento Dental a Laser

A revolução do Clareamento Dental com Laser não é por acaso. É surpreendentemente mais rápida e confortável: apenas 1 hora, em média, com todo o bem-estar, sem anestesia e sem dor. E o paciente tem a segurança de ter um cirurgião dentista cuidando de sua saúde oral e garantindo eficiência nos resultados.

O melhor método para um resultado rápido, eficaz e duradouro é a associação dos dois métodos de clareamento o caseiro com moldeiras juntamente com o clareamento dental a laser.

Clareamento com moldeiras | Caseiro

Hoje existem inúmeras formas de clareamento dental, e a tendência dos profissionais da área é estar sempre em busca de novidades, e a Clínica Odontológica Sorridere – Odontologia Estética e Reabilitadora está sempre à frente neste mercado. Sempre priorizando o bem estar dos pacientes, até mesmo para tratamentos em casa. Mas é importante saber que é preciso ter cautela.

Em se tratando de clareamento dental, as reações adversas e os resultados para o clareamento são extremamente variáveis. Alguns podem relatar uma leve sensibilidade e outros podem ter fortes dores, por isso nossos profissionais utilizam sempre os melhores produtos.

O clareamento deve ser supervisionado para que se tenha um resultado bom, satisfatório, duradouro e branco, neste caso o clareamento dental caseiro com moldeiras é uma alternativa prática. Este Clareamento pode ser associado ao clareamento em consultório para acelerar o processo.

Como é, e quais as vantagens do clareamento dental caseiro com moldeiras?

O clareamento dental caseiro é uma das formas mais utilizadas para fazer um branqueamento dentário. Ele oferece várias vantagens, que vão do preço mais em conta até conveniência de fazer o branqueamento no conforto da sua casa. Apesar do sucesso dos clareamentos dentais caseiros é preciso seguir a risca as recomendações do seu dentista para obter sucesso no procedimento

Criação das Moldeiras de Clareamento

As moldeiras personalizadas são fabricadas especialmente para a dentição de cada paciente, feitas no consultório do dentista através da impressão, uma moldagem, dos dentes e da gengiva. Elas dão duas grandes vantagens. Primeiro ajudam a maximizar os efeitos de clareamento e em segundo minimizam o potencial de efeitos secundários.

Com estas impressões, o laboratório dental vai criar modelos de gesso. As placas de clareamento vão ser criadas diretamente em cima dos modelos para garantir uma forma perfeita. As placas de clareamento são transparentes ou esbranquiçados, normalmente fabricados em silicone flexível e confortável.

Clareando em casa

O paciente faz o tratamento diariamente em casa, aplicando os produtos indicados pelo dentista, com a utilização da moldeira. Muitas pessoas optam por fazer o clareamento dental durante a noite enquanto dormem, gel de peróxido de carbamida de 10 a 16%. Considerando o tempo disponível e a dificuldade de falar em decorrência do uso dos moldes.

A vantagem disto é que a quantidade total de gel utilizada e o número de tratamentos vão ser mínimos. Isto porque cada aplicação do gel de clareamento dental vai ficar no molde o tempo suficiente para dar o efeito completo.

As aplicações podem ser feitas durante o dia com o gel de peróxido de hidrogênio de 6 a 7,5% durante 1-2 horas dependendo do caso. O tempo de tratamento vai depender da análise feita pelo profissional, que irá considerar fatores como a concentração manchas e amarelamento em função de comidas, bebidas, tabaco e o processo de envelhecimento. Os resultados são percebidos já na primeira semana do tratamento.

Retoques são necessários após o término do clareamento?

As pessoas com uma exposição alta a agentes cromogênicos como o café, chá, colas e tabaco vão necessitar de um tratamento de reforço. Possivelmente de 6 em 6 meses. Para pessoas que tem uma exposição menor às substâncias que causam manchas não vão necessitar de retoques com tanta frequência. Em comparação com o branqueamento inicial os retoques são muito mais fáceis de ser feitos. O processo de reforço é menos demorado e não é necessário tanto gel de clareamento.

O ideal é que o clareamento caseiro seja o complemento do tratamento a laser.

A técnica associada de clareamento vem se tornando cada vez mais popular principalmente pelas pessoas que querem um clareamento dentário mais intenso. A técnica combina sessões de clareamento domiciliar ou caseiro com o uso de moldeiras de clareamento e sessões de clareamento ambulatorial ou em consultório com gel de alta concentração com ou sem utilização de luz.

Cuidado

Existem produtos no mercado para clareamento. Eles irão clarear os dentes, mas é muito importante à supervisão e orientações do cirurgião dentista para que se obtenha um tratamento eficiente, seguro e duradouro.

Não é conveniente usar indiscriminadamente esses produtos, eles são químicos e podem ser tóxicos se não forem bem administrados, além de poder, em longo prazo, danificar os dentes se usados de forma incorreta.

O melhor clareamento é aquele em que o paciente mantém um alto nível de higiene bucal doméstica, controle e manutenção junto a profissionais qualificados. E principalmente, procurar evitar o uso de alimentos e substâncias que escurecem os dentes.

A microabrasão e o método mais eficaz na remoção de manchas superficiais do esmalte dos dentes

As manchas nos dentes nem sempre são sinal de danos graves à saúde, mas com certeza ocasionam um impacto psicológico muito negativo para os pacientes. A aparência normalmente desagradável das manchas ou das descolorações, especialmente àquelas causadas por fluorose dentária, têm levado pesquisadores a desenvolver e aprimorar materiais e técnicas para a remoção destas e consequentemente à obtenção de uma estética satisfatória. A microabrasão é uma das técnicas.

Os motivos:

A fluorose dentária é a principal causadora de manchas. É consequência da exposição excessiva dos dentes ao flúor, que como já conhecemos em diversas situações cotidianas, o que é demais pode se tornar prejudicial. Outros motivos podem ser o cigarro, uso contínuo de antibióticos ou mesmo defeitos de formação e escurecimento pelo tempo ou acúmulo de pigmentos.

Os tratamentos:

O tratamento mais simples e menos invasivo é o clareamento dental, que pode ser feito em casa. Nele o paciente aplica uma quantidade, indicada pelo dentista, de um gel composto por ácido clorídrico e carbeto de silício. Que são compostos abrasivos medianos e muito eficazes.

Outro método de microabrasão do esmalte é empregado o ácido hidroclorídrico (18%) ou ácido fosfórico (37%) associado à pedra pomes. Estes são executados com um instrumento rotatório feito em duas seções. Esta técnica pode remover uma ou mais camadas do esmalte, dependendo da profundidade das manchas.

O procedimento de microabrasão do dente é simples, o dentista protege a gengiva e com transluminescência visualiza a posição e gravidade das manchas. A partir daí faz a microabrasão com a primeira aplicação do ácido clorídrico e partículas de sílica.

O próximo procedimento é o polimento, com fluoreto e nitrato de sódio. Na segunda sessão, após 7 dias, as manchas já diminuíram em cerca de 50% e o tratamento é finalizado com mais uma seção como a anterior. Nos próximos 7 dias, segue com aplicação de géis clareadores (peróxido de hidrogêncio) para finalizar o processo.

Qual a idade apropriada para o tratamento?

Qualquer idade. A partir do aparecimento de manchas o tratamento pode ser iniciado, o quanto antes melhor. O mais comum é tratar os dentes permanentes da segunda dentição.

Uso de Protetor bucal evita até 90% os traumas durante a prática de esportes

O protetor de boca é um molde dos dentes que encaixados a arcada são usados para proteger os dentes, a gengiva e a boca de qualquer tipo de impacto.

Os protetores bucais são comumente usados por esportistas que correm riscos de quedas ou contatos físicos brutos. Observa-se muito em lutadores ou jogadores de futebol, basquete, hugby entre outros. Os protetores bucais são ainda mais úteis para pacientes que fazem uso de aparelhos ortodônticos fixos.

Como devem ser estes aparelhos?

Os protetores bucais são feitos de material flexível, resistente e confortável. Eles devem ainda acomodar-se na boca de modo que não interfiram na fala e na respiração. O ideal é que sejam feitos sob medida para cada usuário em específico.

O protetor de boca evita 90% de lesões na prática de esportes:

Especialistas já confirmaram que, além das lesões labiais, traumas na face e até lesões no cérebro podem ser evitadas com o uso dos protetores bucais. Esta constatação está sendo feita a partir da ascensão do uso deste aparelho nos esportes no Brasil.

O protetor bucal auxilia na absorção do impacto, dissipando a energia do golpe ou choque recebido.

Protetor bucal evita complicações posteriores:

Quando um trauma acontece, normalmente, várias especialidades odontológicas precisam ser envolvidas, devido ao alto grau de complexidade a que são submetidas. Estes demandam longo tempo de realização e são bem onerosos.

Quais são os resultados da falta de uso de protetor de boca?

Considerando apenas atividades desportivas, em termos mundiais, mais de cinco milhões de dentes são perdidos anualmente em decorrência de traumas bucais. Segundo um estudo da American Dental Association, nos Estados Unidos, a cada ano, mais de duzentos mil traumas bucais são evitados graças ao uso dos Dispositivos Intraorais Individuais.

Quais são os tipos de protetores de boca?

Sob medida: confeccionados pelo dentista e/ou laboratório, eles são diferentes para cada usuário. Extremamente confortáveis oferecem maior proteção e comodidade, pois o dentista confecciona conforme o molde da boca do paciente.

Moldáveis em água quente: todos tem a mesma fora, mas podem ser alterados quando amolecidos com água quente. Então o molde é encaixado nos dentes e mordido para o plástico adaptar-se melhor a forma da arcada do usuário. Podem ser comprados em lojas de produtos esportivos.

Protetores comuns: comprados prontos para usar, são mais baratos mas comunmente não se adaptam bem a boca, sendo assim dificultam a fala e a respiração.

O que deve ser observado ao escolher o tipo de protetor?

O protetor bucal deve atender a alguns requisitos, principalmente ao que diz respeito a estabilidade do aparelho durante a atividade, para isso ele deve estar bem encaixado na boca.

O dentista no esporte

Este profissional vem ganhando cada vez mais espaço em equipes esportivas, principalmente no futebol, MMA e UFC. Cursos específicos estão surgindo no meio acadêmico devido a importância e da demanda causada. Considerando que um trauma pode ter diversas sequelas, tais como: perda de dentes, convulsão cerebral, cortes na face, dentre tantos outros.

O protetor bucal atrapalha o atleta?

Pelo contrário, tende até a melhorar o desempenho do atleta, pois está oferecendo maior segurança. O protetor bucal individualizado, feito por um dentista, permite a ingestão de líquidos, não atrapalha a respiração e oferece estabilidade na boca.

Quanto tempo dura um protetor bucal?

O ideal é que o protetor de boca seja trocado a cada temporada, ou a cada revisão dentária, que deve ser feita a cada seis meses. Com o passar do tempo o aparelho se desgasta e a proteção diminui. Para os adolescentes a troca é ainda mais importante, por que tanto a boca, quanto os dentes, estão em fase de crescimento

Segundo dados da publicação Rugby Ready, da IRB, após ser definido como uso obrigatório na Nova Zelândia, as lesões ortodônticas se reduziram em 47%.

Dentes limpinhos e hálito fresco, quem não quer?
Primeiro vamos falar de limpeza. Trata-se de escovação diária, com uso de produtos indicados (pasta de dente) e se necessário produtos complementares (flúor) e uso regular do fio dental. Mantendo esta rotina, dificilmente terá problemas com bactérias ou tártaros. Mas como cada caso é diferente, existem pessoas que por questões de genética, uso de medicamentos ou problemas no sistema digestivo precisam de tratamentos mais profundos ou quando os hábitos de higiene não são suficientes indica-se um tratamento de limpeza chamado profilaxia dental.

O que é profilaxia dental?

Também chamada de limpeza dental, trata-se de um complemento de limpeza dos dentes, feito pelo dentista em um procedimento que remove o tártaro (o cálculo) e a placa bacteriana (o biofilme). No consultório, o profissional remove os resíduos através de um aparelho de ultrassom e curetas (instrumentos de raspagem) e jatos de água e ar com bicarbonato.

De quanto em quanto tempo o procedimento de limpeza deve ser refeito?

É recomendado refazer sempre que exista acúmulo de resíduos. A média é a cada seis meses, salvo-se casos mais delicados como os citados no primeiro parágrafo, estes devem refazer a limpeza a cada três meses, ou conforme necessário.

Dói?

Não, em geral o desconforto é mínimo, exceto em pessoas que tem extrema sensibilidade nos dentes, nesses casos o dentista aplica produtos anestésicos.

Por quê é importante fazer profilaxia periódica?

O acúmulo de tártaro e de placa podem causar inflamações na gengiva, a chamada gengivite, o que irá causar dor, inchaço e sangramento, além de deixar a raiz do dente mais exposta à cáries. Se nada for feita ela pode evoluir para uma periodontite, que é a inflamação dos tecidos que suportam os dentes. A periodontite causa perda óssea.

Clareamento Associado

A técnica associada de clareamento consiste da associação das duas técnicas de clareamento dental, o clareamento dental a laser ou ambulatorial (no consultório) e o clareamento dental caseiro (com moldeiras), que seria melhor traduzido por domiciliar. Ambas as técnicas têm resultados bem satisfatórios e seguros para os pacientes, cada uma com sua indicação. Combinando sessões de clareamento no consultório com uso da moldeira em casa somamos os benefícios de cada uma das técnicas.

Vantagens da associação

A técnica de clareamento associada combina a eficácia do clareamento dental caseiro com a rapidez do clareamento a laser. A ou as sessões de clareamento no consultório diminuem bastante o tempo de uso das moldeiras em casa motivando o paciente que acaba colaborando mais com o tratamento obtendo ótimos resultados.

Resultados da técnica associada de clareamento

Se compararmos os resultados das técnicas de clareamento quanto a qualidade e longevidade do clareamento, a técnica de clareamento a laser é inferior quando comparamos com a técnica de clareamento com moldeiras. Mas o grande problema é que essa técnica não é supervisionada pelo dentista, e a técnica associada de clareamento permite isso.

O twinkle ou mais conhecido como piercing dental é um pequeno brilhante, pedrinha, colada no seu dente, na maioria da vezes ele é colado no canino ou incisivo lateral. O piercing dá um diferencial no seu sorriso adicionando um charme e tornando-o mais atrativo. Não é preciso desgastar ou perfurar o dente. Sua instalação é absolutamente sem dor, ao contrário de outros piercings corporais que necessitam de perfurações, alargadores ou tatuagens. Você não precisa nem ser anestesiado e o procedimento é muito rápido!

Qual o procedimento necessário para se colocar o piercing dental?

O procedimento de instalação é exatamente igual ao da instalação de um bráquete dos aparelhos ortodônticos fixos, logo o dente não precisa ser furado ou desgastado, logo as estruturas dentárias são totalmente preservadas no processo. Com isso, não se faz necessária a utilização de nenhum tipo de anestesia. Primeiramente o dentista aplica um ácido no dente que depois de lavado recebe um adesivo que é polimerizado. Após isso o piercing dental é instalado com uma resina ortodôntica que unirá a peça ao dente. A fixação dura cerca de 6 meses dependendo muito dos hábitos do pacientes, e o processo não tem nenhuma contra-indicação.

De que é feito o twinkle?

Na maioria esmagadora das vezes os piercing dentais são cristais de strass, mas pode ser feito com infinitos outros materiais como metais: ouro e prata e pedras semi ou preciosas: cristais com as mais diversas cores.

Qual o tempo de instalação, existe dor?

A colagem do piercing dental demora cerca de 10 min. muito rápido mesmo e não trás dor alguma para o paciente.

Qual a durabilidade?

Como já dissemos a cima vai depender muito dos hábitos do paciente, mas geralmente dura cerca de 6 meses, vai depender muito mais do paciente cuidar alimentos muito duros e hábitos para funcionais. Existem casos de pacientes que ficam anos e anos com o piercing dental colado sem nunca ter descolado.

Qual o preço do piercing dental?

O preço está mais relacionado com o material que o paciente escolher do que com o procedimento em si.
Fica alguma marca se eu resolver tirar ou cair? A remoção do piercing dental é bem rápida e simples e pode ser tirado a qualquer tempo. O dentista só necessita tirar a resina que fica no dente com pontas especiais que não danificam o esmalte do dente. Sem dor, sem anestesia, sem marcas ou manchas.
Se você deseja tornar seu sorriso ainda mais brilhante e atraente após um tratamento ortodôntico ou de clareamento o piercing dental é a opção perfeita.

Enviar mensagem
1
Estamos online!
Oi, tudo bem?
Em que podemos te ajudar?